18 agosto 2012

estrela cadente


Perde tempo
Pretérito já tido

Eu aviso
De repente e devagar

É que se anda a ver quem ganha
Lição de voo sem numeração

Mas são cinco as pontas soltas
Multiplicadas pelo infinito

Não é por nada que digo
Só é meu se não disser

Aquilo ao centro do meu umbigo
É mais violento do que o excessivo

Sem peso não se gravita
Já provei pedras

Não gostei.

Sem comentários:

Enviar um comentário